Efisica

Anomalias da visão

 


O olho pode apresentar anomalias. Algumas delas podem ser corrigidas com lentes de contato, óculos ou cirurgias. Vamos descrever as anomalias nessa seção e as correções das mesmas serão analisadas na próxima seção.


Emetropia

 

O olho é considerado emetrópico quando para o músculo ciliar completamente relaxado, os raios paralelos vindos dos objetos distantes estão focalizados (nítidos) na retina. Com o músculo ciliar relaxado o olho emetrópico vê objetos longínquos com clareza. Objetos próximos requerem acomodação do cristalino através da contração do músculo ciliar.


Hipermetropia

 

A hipermetropia ocorre quando a imagem de um objeto a grande distância é formada depois da retina. O olho hipermétrope requerer acomodação mesmo para objetos no infinito. Como conseqüência, a distância mínima para visão distinta acaba se tornando maior pois o esforço de acomodação já começa numa situação que normalmente isso não seria exigido.


Miopia

 

Na miopia, a imagem de um ponto no infinito é formada antes da retina. Não atinge, portanto, a retina. Perde, portanto, a visão distinta. Torna-se inútil um esforço de acomodação, pois a distância focal já é a máxima possível.
Os míopes tem facilidade para ver de perto. Na miopia fica reduzida a distância mínima de visão distinta.


Presbiopia

 

A presbiopia é causada pela alteração da amplitude de acomodação. Ele acontece naturalmente com a idade. À medida que os indivíduos envelhecem, o cristalino perde sua elasticidade perdendo sua capacidade de acomodação. A habilidade de assumir uma forma esférica é perdida paulatinamente. O poder de acomodação se reduz de 14 dioptrias quando se é criança, para duas dioptrias acima dos 50 anos.


Astigmatismo

 

Um indivíduo que tem astigmatismo associa a um objeto puntiforme uma linha imagem (ao invés de um outro ponto). Esta condição decorre do fato de que, nesse caso, a córnea ou o cristalino (mais raramente) não são perfeitamente simétricos. O raio de curvatura muda de acordo com a direção considerada. Não se apresenta, portanto, como uma calota esférica perfeita.

 

 

© 2007 - Centro de Ensino e Pesquisa Aplicada. Todos os direitos reservados