Efisica

Acuidade visual

 


Em princípio, a uma fonte luminosa diminuta a grandes distâncias (fonte puntiforme) o olho humano deveria associar um ponto focalizado na retina. Contudo, como o sistema óptico do olho humano não é perfeito, forma-se na retina uma mancha de cerca de 11 microns (não importando muito quão pequena é a fonte). Esta mancha ocorre mesmo quando a resolução do sistema é máxima. O brilho dessa mancha é intenso no centro e se reduz gradualmente à medida que nos afastamos dele.

O diâmetro médio dos cones na retina são da ordem de 1,5 microns.

Esses fatos acima nos levam a concluir que quando as imagens de dois pontos são muito próximas na retina não teremos mais como distinguir esses dois pontos (suas imagens não serão percebidas como distintas). Um indivíduo só pode distinguir imagens cuja distância na retina seja maior do que (2 microns).

A acuidade visual máxima do olho humano é de 26 segundos de arco (cerca de ½ ??). Esse é o limite da acuidade visual. Ou seja, dois raios luminosos entrando no olho devem ter uma separação mínima de 26 segundos de arco entre elas para que as fontes que os produziram possam ser identificados como fontes independentes. Isto faz com que a uma distância de 10 m só podemos distinguir pontos que estejam separados de, no mínimo, 1 milímetro uns dos outros.

 

 

© 2007 - Centro de Ensino e Pesquisa Aplicada. Todos os direitos reservados