Efisica

Introdução

A Física lida com um amplo conjunto de grandezas. Dentro dessa gama enorme de grandezas existem algumas, cuja caracterização completa requer tão somente um número seguido de uma unidade de medida. Tais grandezas são chamadas de grandezas escalares. Exemplos dessas grandezas são a massa e a temperatura.

Uma vez especificado que a massa é 1kg ou a temperatura é 32ºC, não precisamos de mais nada para especificá-las.

Outras grandezas há que requerem três atributos para a sua completa especificação como, por exemplo, a posição de um objeto. Não basta dizer que o objeto está a 200 metros. Se você disser que está a 200 metros existem muitas possíveis localizações desse objeto (para cima, para baixo, para os lados, por exemplo). Dizer que um objeto está a 200 metros é necessário, porém não é suficiente. A distância (200 metros) é o que denominamos, em Física, de módulo da grandeza. Para localizar o objeto, é importante especificar também a sua direção e o seu sentido. Isto é, para encontrar alguém a 200 metros, precisamos abrir os dois braços indicando a direção e depois fechar um deles especificando o sentido. Na vida cotidiana, fazemos os dois passos ao mesmo tempo, economizando abrir os dois braços, mas em Física precisamos sempre especificar os dois passos.

RESUMINDO:

Uma grandeza vetorial é tal que sua caracterização completa requer um conjunto de três atributos: o módulo, a direção e o sentido.

Direção: é aquilo que existe de comum num feixe de retas paralelas. As retas r, s e t são paralelas e, assim, têm a mesma direção. As retas t e w não são paralelas e, portanto, não têm a mesma direção.

Sentido: podemos percorrer uma direção em dois sentidos. Por exemplo, sobre a reta y temos dois sentidos de percurso: de A para B e de C para D.

Portanto, para cada direção existem dois sentidos.

Além da posição, a velocidade, aceleração e força são, por exemplo, grandezas vetoriais relevantes na Mecânica.


 

© 2007 - Centro de Ensino e Pesquisa Aplicada. Todos os direitos reservados