Efisica

A Fase Preliminar

É muito difícil estabelecer com precisão as origens da Mecânica. O que é certo, como veremos a seguir, é que sua origem está intimamente ligada às origens da Astronomia, que é a parte das ciências que trata da observação dos corpos celestes .

Os movimentos dos corpos celestes têm sido observados e analisados com grande interesse por todas as civilizações ao longo da história da humanidade. Esse interesse era motivado tanto pela curiosidade e temores do homem sobre o mundo que o rodeava como pelos interesses religiosos, socioeconômicos e militares.

Alguns aspectos das atividades humanas na Antigüidade eram regidos pelo que ocorria "nos céus". A periodicidade desses movimentos tornava alguns eventos previsíveis e sugeriu uma forma de o homem marcar o passar do tempo. Daí o surgimento dos calendários e dos relógios. O aparecimento de um astro numa determinada época do ano poderia, por exemplo, tanto indicar um bom momento para se iniciar uma guerra quanto ser um indício, para os agricultores, da época mais adequada para se iniciar o plantio. Os calendários foram construídos por diferentes civilizações e são baseados no movimento dos astros celestes ver video. Os calendários já eram conhecidos pelos antigos egípcios. Atribui-se a eles a divisão do dia em 24 horas .

Poderíamos definir como a fase preliminar da Mecânica aquela em que o ser humano se apercebeu da existência dos movimentos, tanto no céu como na Terra. Esta primeira fase foi, portanto, essencialmente de observações. Procurava-se, nessa fase, tirar vantagens da regularidade dos movimentos dos astros.

A próxima fase da Mecânica seria aquela na qual se procura entender os movimentos incorporando a esse processo de entendimento uma certa racionalidade. Nesse contexto é que se coloca a filosofia natural dos gregos. Nossa cultura ocidental foi pouco influenciada pela visão oriental do universo na Antigüidade.

© 2007 - Centro de Ensino e Pesquisa Aplicada. Todos os direitos reservados