Efisica

História da Mecânica

1: A Fase Preliminar

Poderíamos definir como a fase preliminar da Mecânica aquela em que o ser humano se apercebeu da existência dos movimentos, tanto no céu como na Terra. Esta primeira fase foi, portanto, essencialmente de observações. Procurava-se, nessa fase, tirar vantagens da regularidade dos movimentos dos astros.

2: Sobre as Origens

O saber filosófico englobava, na Grécia Antiga, a totalidade do conhecimento racional alcançado até então pelo Homem. Abrangia, portanto, as mais diversas áreas do conhecimento. Com o passar do tempo a filosofia deu lugar aos diversos ramos da ciência, os quais designamos hoje por: matemática, física, biologia etc..

3: A Mecânica na Grécia Antiga

Dentro da chamada Filosofia Natural dos Gregos incluía-se a preocupação com o movimento como fenômeno evidente e relevante do Universo. Justifica-se assim que a Mecânica, ou seja, o estudo dos movimentos, seja considerada a parte mais antiga da Física e talvez a área da ciência com que todos se sentem mais familiarizados, dada a convivência que os humanos têm com movimentos em seu quotidiano.

4: A Mecânica na Idade Média

5: O renascimento - Precursor do Nascimento da Ciência Moderna

O Renascimento proporciona o desenvolvimento do racionalismo, isto é, a explicação do mundo por verdades estabelecidas pela razão, e não pela fé, e permite que seja desenvolvido o espírito de observação experimental com a mente mais aberta ao livre exame do universo para descobrir as leis que regem os fenômenos naturais.

6: Copérinico e Kepler

7: Galileu e o Nascimento da Ciência Moderna

8: A Ciência e as Correntes Filosóficas (Racionalismo, Empirismo e Idealismo)

9: A Mecânica de Newton

10: A Mecânica Pós-Newton

11: A Mecânica no Século XX

Mecânica (Curioso)

Seção 2: História da Mecânica

Tags

curioso, historia, mecanica

Recursos Relacionados

Contato

Outras Seções

anterior | próximo

  1. Tempo
  2. História da Mecânica
  3. Medidas em Física
  4. Espaço
  5. Distâncias
  6. Massa

© 2007 - Centro de Ensino e Pesquisa Aplicada. Todos os direitos reservados