Efisica

Introdução

 

O movimento é chamado de retilíneo quando ele se dá ao longo de uma reta em relação a um sistema de referência. Em outras palavras, quando sua trajetória é uma reta. O movimento é denominado retilíneo e uniforme quando a aceleração ao longo da reta é nula.

Este é, portanto, o tipo de movimento retilíneo mais simples que se pode imaginar. Como a aceleração é nula, como foi visto no capítulo anterior, sua velocidade é constante.

Portanto, o movimento retilíneo uniforme (M.R.U.) ocorre quando um objeto se movimenta com velocidade constante numa trajetória retilínea. Podemos escrever a equação para a posição da partícula, em função do tempo,

onde s é a posição inicial da partícula (no tempo t = 0).

A coordenada x aqui utilizada serve para distinguir o movimento retilíneo dos demais. Para os demais, ao longo de outras trajetórias, utilizamos a letra s (para espaços). O movimento retilíneo uniforme é um caso particular de movimento uniforme.

Um trem que se desloca num trecho de uma via férrea retilínea, a uma velocidade constante de 70km/h, constitui-se num exemplo de movimento retilíneo uniforme.

No caso do movimento retilíneo e uniforme de dois móveis (designados por 1 e 2), podemos escrever, para cada um deles:
 trem em movimento retilíneo uniforme

onde s01e s02 são as posições iniciais de cada uma das partículas e v01e v02, suas respectivas velocidades, ambas constantes.


 

Mecânica (Básico)

Seção 8 : Movimento Retilíneo e Uniforme

  1. Introdução
  2. Movimento uniforme
  3. Movimento uniforme no cotidiano
  4. Luz e movimento retilíneo uniforme
  5. Exercícios Propostos
  6. Experimentação

Seção anterior | próxima Seção

Sobre esta Página

Autores:

  • Gil da Costa Marques
  • Nobuko Ueta

Modificado: 2007-04-29

Tags

Recursos Relacionados

Contato

© 2007 - Centro de Ensino e Pesquisa Aplicada. Todos os direitos reservados