Efisica

Energia mecânica

 

Na Mecânica são introduzidos os conceitos de energia cinética, que é relativa ao movimento, e energia potencial, que é relativa à posição. A energia é uma grandeza escalar.

Para uma partícula de massa m e velocidade v, a sua energia cinética é dada pela expressão:

Note-se que quanto maior for a velocidade e a massa de um objeto tanto maior será a sua energia cinética. Esta expressão está muito de acordo com a nossa experiência cotidiana. Sabemos que um carro em movimento pode realizar tarefas, algumas delas absolutamente desnecessárias, tais como derrubar postes, derrubar muros ou deformar laterais de outros carros. O estrago provocado em acidentes é tanto maior quanto maior a velocidade do veículo. Uma jamanta, por outro lado, por ter uma massa maior do que um automóvel é capaz de fazer mais estragos do que este (à mesma velocidade).

Existe uma forma de energia, muito importante na Mecânica e em outras áreas da Física Clássica, que depende da posição. Ou seja, esta energia (esta forma de energia) depende do ponto onde o móvel está localizado. Por essa razão esta energia é denominada Energia Potencial (energia de posição).

O que faz uma partícula possuir energia pelo simples fato de ele ocupar uma certa posição no espaço? A resposta é bastante simples. Esta forma de energia surge como resultado da interação entre os objetos. Em outras palavras, a energia potencial está intimamente ligada à existência de forças. Mais precisamente, a energia potencial resulta sempre de alguma força (ou interação) que lhe deu origem.

Energia Potencial Força

No entanto, nem todas as forças dão origem a essa forma de energia (Energia Potencial). Algumas forças (como as forças de atrito), ao invés de gerarem energia, acabam dissipando, isto é, consumindo, energia.

No mundo físico, classificamos assim as forças em duas grandes categorias:
Forças Conservativas as quais dão origem a alguma forma de energia potencial
Forças Não-conservativas não podemos associar a elas a energia potencial.

Exemplos de Forças Conservativas:

Exemplos de Forças não-conservativas:

Forças de atrito e Forças viscosas num fluido

experiência virtual


 

 

© 2007 - Centro de Ensino e Pesquisa Aplicada. Todos os direitos reservados