Efisica

Conclusão

As ondas eletromagnéticas foram previstas pela primeira vez por Maxwell e observadas por Heinrich Hertz. Como as demais ondas, as ondas eletromagnéticas podem ser caracterizadas pela freqüência ou, equivalentemente, pelo seu comprimento de onda. O conjunto de freqüências define o espectro da radiação.

Denominamos de luz a um parte do espectro eletromagnético. São as ondas eletromagnéticas cujos comprimentos de onda estão compreendidos no intervalo entre 400 e 700 nm (nanômetros). A luz visível é, assim, apenas uma onda eletromagnética. Outros tipos, são igualmente importantes


Ondas de Rádio

São as de menor freqüência dentro do espectro eletromagnético. Parte desse espectro é utilizado para comunicações em geral (via rádio e celulares). As estações de radio FM operam num domínio de freqüências próximo de Hz . As estações de rádio AM operam em freqüências próximas de Hz. Ondas de rádio têm freqüência de até 300 MHZ (megahertz).

 

Microondas

É um subconjunto das ondas de radio. Têm freqüências compreendidas no intervalo entre 300 MHZ e 300 GHZ. As microondas tem três características importantes que definem a sua utilidade na fabricação de fornos de microondas: elas são absorvidas pelos alimentos em geral, elas são refletidas por metais e conseguem atravessar uma gama bem grande de materiais que usamos como embalagens de alimentos (vidro, papel, plástico, etc)

As microondas têm utilizações industriais. São utilizadas em radares da policia rodoviária e em comunicações.

 

Radiação infravermelha

São as ondas com freqüências próximas do espectro visível. Possui freqüências abaixo da luz visível de tom avermelhado. O comprimento de onda estaria no domínio entre 700 nm e 1mm.

Existem muitas aplicações para a radiação infravermelha. Mais recentemente ela tem sido utilizada em equipamentos para visão noturna, quando não há luz suficiente. Um corpo (como o corpo humano) a emite radiação eletromagnética na região infravermelha. Assim basta detectar a radiação emitida e traduzi-la em termos de imagens numa tela. Objetos mais quentes aparecendo com tons diferentes de objetos mais frios.

Radiação infravermelha é também utilizada em redes sem fio e aquecimento de objetos (como retirar gelo das asas de um avião antes da decolagem).

 

Radiação ultravioleta

Também são ondas com freqüências próximas do espectro visível mas na outra extremidade do espectro em relação ao vermelho. A freqüência dessa radiação está acima daquela associada á luz visível de tom violeta.

A utilidade dos raios ultravioletas se faz sentir quando vamos á praia. O corpo fica bronzeado como uma reação natural, fisiológica, á exposição da pele á radiação ultravioleta proveniente do Sol. Como resposta contra a radiação ultravioleta, o corpo produz a melanina. Essa substancia dá a tão apreciada coloração ao corpo humano. Desnecessário dizer que exposição excessiva á radiação UV podem acarretar conseqüências desastrosas do ponto de vista da saúde humana. A pele, os olhos e o sistema imune podem ter problemas agudos e ás vezes crônicos..

Lâmpadas ultravioletas podem ser utilizadas para esterelizar ferramentas em hospitais e laboratórios. Radiação UV pode ser útil no processo de pasteurização de sucos de fruta.

 

Raios-x

É a radiação cujos fótons que a compõem têm a energia das mais altas. Estão abaixo apenas dos raios_ \gamma . O comprimento de onda dessa radiação está dentro do domínio de valores entre 10 e 0,01 nm. Os raios-x são parte do conjunto de radiações ditas ionizantes. Representam, portanto risco á saúde. Radiação ionizante é todo tipo de partícula (o onda) a capaz de ionizar átomos e moléculas. Radiação alfa, beta ou gama são exemplos de radiação ionizante.

Raios-x são empregados na área médica (diagnósticos) , na área cientifica (cristalografia), e na construção civil.

 

 

 

 

 

Raios-γ

São as ondas de maior freqüência do espectro eletromagnético. Elas são compostas por fótons de maior energia. Assim, ela é capaz de ionizar quase todos os átomo e moléculas. Representam altíssimo risco para a saúde.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

© 2007 - Centro de Ensino e Pesquisa Aplicada. Todos os direitos reservados