Efisica

Eletromagnetismo - Noções sobre Oscilações Elétricas e Ondas Eletromagnéticas

1: Noções elementares sobre oscilações elétricas

Para compreendermos bem as oscilações elétricas, recordemos o seguinte: quando uma bobina é percorrida por uma corrente i variável, ela sofre auto-indução. Se a corrente i está diminuindo, a corrente de auto-indução i' tem mesmo sentido que ela. Se a corrente i está aumentando, a corrente de auto-indução i' tem sentido oposto.

2: Utilização de osciladores

Utilizam-se os osciladores quando se necessitam de altas frequências. Mas, em compensação, os dínamos podem fornecer corrente elétrica de muito maior potência que os osciladores. Como aplicações correntes dos osciladores podemos citar as seguintes. 1ª - Nos rádios-Transmissores e rádios-receptores 2ª - Aquecimento por alta frequência

3: Noções elementares sobre ondas eletromagnéticas

Chama-se onda eletromagnética ao conjunto dos campos elétrico e magnético propagando-se pelo espaço. As ondas eletromagnéticas são sempre produzidas por cargas elétricas aceleradas ou retardadas.

4: Comprimento de onda, período e frequência

Chama-se comprimento de onda da onda eletromagnética à distância entre dois pontos consecutivos em que o vetor E (ouH ) tem mesmo módulo e mesmo sentido. Chama-se período da onda eletromagnética ao intervalo de tempo necessário para a onda caminhar um comprimento de onda. Chama-se frequência de uma onda eletromagnética ao inverso do período. Ela representa o número de períodos existentes na unidade de tempo.

5: Classificação das ondas eletromagnéticas

6: A noção de raio luminoso

Raio luminoso é qualquer direção de propagação da onda eletromagnética que constitui a luz.

7: Polarização das ondas eletromagnéticas

Há casos em que o campo elétrico só pode existir em um ou em alguns planos determinados (e como consequência, o mesmo acontece ao campo magnético); nestes casos dizemos que a onda eletromagnética está polarizada.

8: Os rádio-receptores

9: O oscilador de Hertz

O primeiro oscilador foi construído em 1879 pelo físico alemão Heinrich Hertz. Consistia em duas esferas metálicas A e B, colocadas a certa distância, de maneira que funcionavam como armaduras de um condensador. A elas eram presos dois fios metálicos que tinham nas outras extremidades as pequenas esferas a e b, mantidas próximas. Em paralelo com as esferas era ligada uma bobina H. As esferas A e B eram ligadas a uma bobina de Rumkhorff.

10: Nota Histórica

11: Exercícios propostos

© 2007 - Centro de Ensino e Pesquisa Aplicada. Todos os direitos reservados