Efisica

Shunt de um galvanômetro

 

 

Suponhamos que o galvanômetro G deva medir a corrente de intensidade I. Quando o galvanômetro não suporta essa corrente, ligamos em derivação com o galvanômetro uma resistência r. A finalidade dessa resistência é fazer que parte da corrente I se desvie por ela. Essa resistência é chamada Shunt. Seja i a intensidade da corrente que passa pelo shunt e a que passa pelo galvanômetro; r a resistência do shunt e a do galvanômetro (fig. 186). Temos:
Shunt de um galvanômetro

Figura 186

A diferença de potencial entre A e B vale:

ou

Lemos no galvanômetro a corrente . Multiplicamos pelo número , e obtemos a corrente I do circuito exterior.

O número é chamado fator de multiplicação, ou fator de ampliação do shunt. O fator de multiplicação é fixado antecipadamente. Depois calculamos o valor de r. Exemplo: suponhamos que queiramos um fator de multiplicação igual a 100. Temos:

Costumamos denominar o shunt pela relação . O shunt do nosso exemplo é chamado shunt . Exemplo: os shunts de e , tem fator de multiplicação igual a 1000 e 10000, respectivamente.

Shunts

 

 

© 2007 - Centro de Ensino e Pesquisa Aplicada. Todos os direitos reservados