Efisica

Eletrostática - Indução eletrostática - Máquinas eletrostáticas

1: Indução eletrostática

Chama-se indução eletrostática ao fenômeno pelo qual um condutor se eletriza pela simples aproximação de um outro já eletrizado. O condutor que está eletrizado é chamado indutor, ou influenciante; o condutor que se eletrizou é chamado induzido ou influenciado.

2: Características da indução

3: Elementos correspondentes

Dois elementos correspondentes possuem cargas elétricas de mesmo valor absoluto e de sinais contrários.

4: Dois casos de indução

Podemos considerar dois casos no fenômeno de indução. 1º caso O indutor não é envolvido pelo induzido 2º caso O indutor é envolvido pelo induzido. Este caso é chamado inducão completa. Vemos que, qualquer elemento de superfície considerada no indutor tem um correspondente no induzido. Como em dois elementos correspondentes há cargas elétricas de mesmo valor absoluto, concluímos que a carga induzida tem o mesmo valor absoluto que a carga indutora.

5: Indução mútua

Somente por questão de ordem foi apresentado o fenômeno de indução com o induzido inicialmente neutro. Mas, na realidade, isto não é necessário. A indução existe mesmo no caso em que dois corpos carregados estão em presença. Isso porque cada um dos corpos fica situado no campo elétrico do outro corpo e sofre indução.

6: Aplicações da indução

Exemplos: 1a) O fenômeno da indução é usado quando queremos carregar um corpo com carga de sinal determinado. 2a) Com o fenômeno da indução, podemos explicar a atração de corpos leves pelos corpos atritados. 3a) Uma grande aplicação do fenômeno está nos condensadores. Um condensador é constituído por um indutor e um induzido separados por um dielétrico.

7: Máquinas eletrostáticas

São dispositivos que fornecem eletricidade estática, por meio da separação de cargas positivas e negativas existentes nos condutores. Os tipos principais são os seguintes: a) máquinas de atrito b) máquinas de indução c) máquina de Van de Graaf.

8: Nota histórica

O físico Van de Graaf inventou em 1931 o gerador que leva o seu nome. A sua idéia foi obter um gerador capaz de produzir diferenças de potencial elevadas, para utilizá-lo em Física Atômica. As diferenças de potencial que eles fornecem são de vários milhões de volts, tendo sido já construído vários que fornecem 4,5 a 5 milhões. São usados para acelerar partículas eletrizadas constituintes do átomo.

9: Exercícios Propostos

© 2007 - Centro de Ensino e Pesquisa Aplicada. Todos os direitos reservados