Efisica

Eletromagnetismo - O Campo Magnético das Correntes Elétricas

1: Os três fenômenos eletromagnéticos

1o) Uma corrente elétrica, passando por um condutor, produz um campo magnético ao redor do condutor, como se fosse um ímã; 2o) Um condutor, percorrido por corrente elétrica, colocado em um campo magnético, fica sujeito a uma força; 3o) Suponhamos um condutor fechado, colocado em um campo magnético; a superfície determinada pelo condutor é atravessada por um fluxo magnético; se, por uma causa qualquer esse fluxo variar, aparecerá no condutor uma corrente elétrica; esse fenômeno é chamado indução eletromagnética.

2: Experiência de Oersted

Em 1819 o físico dinamarquês Oersted observou que, quando a agulha de uma bússola é colocada próxima de uma corrente elétrica, essa agulha é desviada de sua posição.

3: Sentido do vetor campo magnético

Para sabermos o sentido do campo magnético em um ponto é verificarmos o sentido em que se desloca uma massa magnética norte colocada nesse ponto. Entre as diversas regras práticas existentes para assinalar esse sentido, existem a do observador de Ampère, a do saca-rolhas, de Maxwell, e a da mão direita.

4: Exemplos de campos magnéticoas criados por correntes elétricas

1º - Campo criado por condutor retilíneo 2º - Campo criado por condutor circular 3º - Campo criado por um solenóide

5: Cálculo do campo magnético em um ponto - 1ª Lei elementar de Laplace ou Lei de Biot-Savart

Chamamos lei elementar a uma lei que relaciona uma variação infinitamente pequena da variável independente, (ou das variáveis independentes), com uma variação infinitamente pequena da função (ou das funções).

6: Exemplo - campo criado no centro de um condutor circular

7: Campo magnético criado por um condutor retilíneo - Lei de Biot e Savart

8: Unidade de intensidade de corrente do sistema CGSEM

“Unidade CGSEM de intensidade de corrente elétrica também chamada abampère é a intensidade de uma corrente elétrica que, passando em um condutor circular de raio 1cm, produz no centro do condutor um campo magnético de intensidade oersteds”.

9: Unidade de carga elétrica, diferença de potencial, resistência e condutância no sistema CGSEM

10: Nome das unidades CGSEM

O leitor já deve ter observado que os nomes das unidades magnéticas do CGSEM são obtidas por combinações dos nomes das três unidades: oersted, gauss e maxwell .

11: A unidade de intensidade de campo magnético do sistema MKS

No "Unidades de Intensidade de Campo" vimos que o praoersted, ou ampère/metro, é definido como a intensidade do campo magnético num ponto, quando a massa magnética de um weber colocada nesse ponto fica sujeita à força de um newton. Mas, ele também pode ser definido a partir da lei de Biot e Savart para o campo produzido por condutor retilíneo.

12: Outras relacões entre unidades MKS e CGSEM

13: Indução magnética no campo produzido por corrente elétrica

A indução magnética B DEPENDE DO MEIO, QUANDO O CAMPO MAGNÉTICO É PRODUZIDO POR CORRENTE ELÉTRICA.

14: Aplicações do 1º fenômeno eletromagnético

15: Teorias do magnetismo

Um corpo que normalmente é neutro pode ser imantado. Isso acontece, por exemplo, com o ferro. Para explicar o magnetismo, antigamente admitiam que na constituição de todos os corpos entrasse um número muito grande de pequenos ímãs.Hoje sabemos que não existem esses ímãs interiores, mas que existem elementos equivalentes: as partículas constituintes do átomo, dotadas de carga elétrica e em movimento no interior do átomo, comportam-se como pequenos ímãs.

16: Nota Histórica

17: Exercícios propostos

© 2007 - Centro de Ensino e Pesquisa Aplicada. Todos os direitos reservados